Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (655)  
  Contos (940)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (645)  
  Poesias (2513)  
  Resenhas (130)  

 
 
R$ 25,00
(A Vista)



Enquanto o Coração de...
Douglas Renato Palmeira
R$ 58,00
(A Vista)






   > IMPORTANTES QUESTIONAMENTOS DO VIVER COTIDIANO



Romilson Elias Ribeiro
      PENSAMENTOS

IMPORTANTES QUESTIONAMENTOS DO VIVER COTIDIANO

AMIGOS E AMIGAS.

“Amor à primeira vista? Ou a primeira vista do amor?”
Será que é possível uma pessoa amar outra, logo no primeiro momento em que  colocar os olhos nela? Ou será que este  sentimento maior e tão essencial para a humanidade, só pode ser conquistado passo a passo?  É importante lembrar que com certa frequência, nós vivemos fazendo propaganda gratuita principalmente para o comércio e no entanto, não ganhamos nada por isso, simplesmente porque o mercado não tem olhos para enxergar e reconhecer este tipo de iniciativa. Por exemplo: digamos que alguém  compra  um relógio e o mostra  para um parente ou um amigo, dizendo que o comprou na Casa do Relojoeiro, esta pessoa vai lá compra este produto  e o indica para uma terceira pessoa que por sua vez realiza este mesmo procedimento. Agora pergunto eu, quem lucrou com estas transações a pessoas que compraram os relógios? Ou o estabelecimento comercial que os vendeu? Outra questão que vale a pena destacar, A Trindade Santa, quando se diz “em nome do pai do filho e do espírito Santo.” Peço perdão a Deus, caso esteja enganado, mas acredito que o certo seria dizer, conforme as palavras que ouvi de um grande sacerdote que para minha felicidade, é o meu próprio irmão, ou seja, “em nome do pai, da mãe, do filho e do espirito santo.” Sabemos todos que nenhuma família pode ser formada  sem  essa pessoa importantíssima na vida da humanidade que é a Mãe. E como diz o ditado “por trás de um grande homem  sempre existe uma grande mulher.”
Outra expressão muito usada: “ Querer é Poder”. Ora, só o querer em si, não constitui poder,  mas  já é meio caminho andado. O querer só se torna plenamente poder, quando se faz por merecer. Tem gente que diz, “eu mato a cobra e mostro o pau.” O correto é dizer: “Eu mato a cobra e mostro a cobra” que é exatamente a prova  material do crime. Afirmar que matou este tipo de animal, mostrando apenas a ferramenta que se diz ter utilizado para matá-lo, não serve de prova de que ele foi realmente morto. Esta última reflexão é de fundamental importância para nós, porque quando alguém acusa uma pessoa da prática de um crime, cabe  a ela comprovar o que alegou, através de uma prova material ou documental. Caso contrário, fica o dito pelo não dito. Um grande abraço, saúde, sucesso e muitas felicidades. Romilson.   
  


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui