Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (651)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (202)  
  Pensamentos (640)  
  Poesias (2496)  
  Resenhas (129)  

 
 
Vida em Palavras
Gilmar Camilo Pereira
R$ 53,40
(A Vista)



Dezoito Mulheres,...
Airo Zamoner
R$ 25,50
(A Vista)






   > INFINITOS EFEITOS DA SAUDADE



Thamara Lima Silva
      PENSAMENTOS

INFINITOS EFEITOS DA SAUDADE

Saudade é sentir o coração disparar, falecer e disparar de novo, é sentir o estômago arder como se estivesse debaixo de sol, é se sobrecarregar de tarefas para abafar certas lembranças, é tomar um banho frio na esperança de lavar o interior, é ver a noite entrando e fazer companhia para a madrugada, é ver o sol raiando e sentir tudo outra vez, é tapar os ouvidos em determinadas canções, é borrar a maquiagem em lugares inapropriados.


Saudade é se concentrar três vezes mais para conseguir fazer algo com excelência, é conversar consigo e tentar manter a calma, é enxergar que não existe calma quando se tem a pessoa longe, é correr sem sair do lugar e se deparar ainda com saudade, é fingir que tudo foi esquecido e se achar bobo pela tentativa sem sucesso, é se tornar o mais estrategista possível ao analisar centenas de maneiras para melhorar.

Saudade é tomar chás que prometem relaxar, é ver que não há nada que te faça relaxar, é viajar para todos os lugares e encontra-se com saudade em todos eles, é comer doces em excesso no intuito de bombardear a tal da ansiedade, é tentar prever o dia em que não haverá mais saudade e acreditar que isso será válido, é imaginar o outro sentindo a mesma saudade e gritar a possibilidade de isso não estar acontecendo. 

Saudade é se achar tolo e resolver se vestir de coragem, é se ver tolo outra vez frente a mais uma sobre saudade, é escrever acreditando que tudo ficará no papel, é sentir que a saudade sempre aumenta ao ser passada para o papel, é sonhar com uma borracha milagrosa, é ter a consciência de que não existe borracha milagrosa e continuar encarando tudo de frente.

Saudade é treinar sorrisos pela casa para se encontrar com os amigos e dizer: está tudo bem! É voltar para casa e se sentir melhor por ter amigos, é perceber que o bom efeito que os amigos causam se finda mediante a saudade que opina por não descansar, é olhar o celular e ser capaz de ler mensagens já apagadas, é jogar cartas de amigos no chão lembrando com detalhes de “umas” já “inexistentes” que falavam sobre o amor.

Saudade é duvidar que exista outro alguém capaz de te arrancar o amor, é ter a certeza de ter vivido um grande amor, é se encontrar em contradição, é se perder e assim ficar. Saudade é tudo isso e muito mais! E antes que eu continue, propositalmente irei parar, são infinitos fatos, é melhor mesmo eu parar. A saudade sem dúvidas é uma das feridas mais dolorosas e mais difíceis de sarar. E que venha um novo amor, ou um reencontro, por favor! 



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui