Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (653)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (204)  
  Pensamentos (642)  
  Poesias (2504)  
  Resenhas (129)  

 
 
Geométricas-01-025
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



Cidades-01-186
Airo Zamoner
R$ 0,00
(A Vista)






   > essa noite



jose rosa
      PENSAMENTOS

essa noite

se poesia fosse fácil
talvez se dedicassem a ela
se igual fosse a vida
talvez a vivessem
 
se a dificuldade em criar existe
há também, beleza no que se cria
se a vida então se mostra difícil
é porque a possibilidade do belo nela existe
 
não encontramos bem sem mal
justiça sem injustiça, opostos
o equílibrio da balança pende
mas ela nunca deixa de ser uma balança
 
bom seria se o pior dos males
fosse apenas um pequeno desprazer
assim então o bom poderia existir
e o equilíbrio da balança seria mantido
assim se dedicar a vida, a poesia e ao bem
seria apenas um ato cotidiano
 
não aceitamos a vida
ainda não percebemos que é so uma passagem
tudo que nos pertence
nos foi emprestado e no fim, será devolvido
 
para embarcar na terra
não nos foi cobrado abslutamente nada
dinheiro esforço ou dor
mesmo assim, só pensamos em ter
satisfação da carne, é só
 
a busca do alimento interno
a busca pelas virtudes, foram esquecidas
agora, há busca pelo prazer
há busca por pedaços de papel que no fim...
 
será que caminhamos para o bem?
para evolução mental e espiritual?
espero que sim, penso que não
 
talvez apenas mais um.
Apenas mais um cigarro me faça dormir
talvez deva apenas aceitar que
como a lua, eu pertença a noite
 
há penas bem piores que essa
Na verdade, simplesmente nao me importa
amanhã vai ser apenas mais um dia
e isso é uma pena
 
no fim o sono não vem
cansaço existe, vontade de dormir talvez
sonhar com certeza
o corpo saturado de nicotina... nada
 
o Teorema Homogêneo Celular
me faz relaxar
pelo menos um pouco, me parece
mas no fim a mente não cala
 
as estrelas passam pela janela 
e com elas o tempo
os carros passam pela rua
e com eles barulho, fumaça
 
acho que com o raiar do dia
meu "dia" terminará
esperando novamente o ocaso
para enfim, recomeçar
 
PENSE...
você deveria parar de escrever.
SIM...
no fim, o escuro e as letras se confundem
 
estão agora embaralhados
a cabeça se esforça para entender
talvez isso a canse e no fim
o sonho venha.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui