Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (651)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (202)  
  Pensamentos (640)  
  Poesias (2496)  
  Resenhas (129)  

 
 
Ruínas-03-332
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



Genealogia de...
Ana Maria Silva Lopez
R$ 47,30
(A Vista)






   > A Beira Do Colapso



João Victor Da Silva Sousa
      POESIAS

A Beira Do Colapso

                                O COLAPSO DO TEMPO
Quanto tempo falta para o colapso?
Têm todos os ingredientes perfeitos.
Agora pensem! E respondam-me!
Xingar a presidente
É a melhor solução
Para o futuro da nação?
Foi um mal exemplo,
Vindo de um país mal.
Homicídios dentro e fora do campo,
O que seria um bom exemplo?
Apanhamos e somos apanhados!
Destaca-se a forma atemporal de viver,
Diga-me o que devo comer
Para, de fome, não morrer amanhã?
Faça-me ter vontade de viver novamente
Como se faz todo dia o pão,
Ofereça-me uma digna condição,
Para não viver bostantemente!
 
Por à culpa em Deus,
Mas onde ele está?
Este Deus é transcendente,
Acima de todos em qualquer lugar!
É onipotente,
Exposto na pobreza vulgar!
Será que com isto me devo perguntar,
Esse Deus é mesmo existente?
 
Toma um fósforo, acende teu cigarro!
O eleitor amigo é o começo do descaso,
Amigado com um político, escarro...
Neste dedo infame que te vota
Barro na boca que te reproduz
Apedrejo esses vermes que reclamam
Voto nesse político do acaso!


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui