Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (651)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (204)  
  Pensamentos (640)  
  Poesias (2501)  
  Resenhas (129)  

 
 
Estátuas-03-163
Airo Zamoner
R$ 0,00
(A Vista)



Biologia Ambiental
Maristela Zamoner
R$ 97,80
(A Vista)






   > Mudando pelas mudanças



Juliana Apolonio
      PENSAMENTOS

Mudando pelas mudanças

  A momentos em que pensamos ser o fim, outros que se pudessemos parariamos o tempo alí só para nos permitir sentir tal sensação por um tempo maior, queremos escolher nossos caminhos como escolhemos a melhor roupa ao sair para um encontro,como escolhemos o melhor restaurante para compartilhar aquele momento especial ao lado dos amigos, aquele sapato na vitrine... sabemos que nosso destino já está escrito mas não aceitamos. queremos algo mais, queremos aquele amor da infância, aquele amigo que foi morar longe, aquele parente que a vida levou antes que pudessemos expresar o quanto o amavámos, o quanto nos faria falta sua presença, seu abraço... Queremos todos ao nosso lado, não importando como estejam mas que apenas estejam. Um pouco egoísta da nossa parte sim, mas seria o minino que a vida poderia nos oferecer por cada batalha vencida ao longo dos dias. Dizem que mudanças são necessárias, que nos fazem bem e blá blá blá... não concordo! Depende muito do tipo da mudança claro, mas todas são dolorosas. talvez um pouco menos para os que se vão quando comparado com os que ficam, onde a cada olhar a cada passo se lembrará de algo que automaticamente fará brotar um sorriso singelo, uma lagrima quem sabe... Como se não bastasse, temos que aprender a viver com as lembranças, aquelas chamas que ardem cada vez mais forte ao vivenciarmos momentos parecidos, pois junto as lembranças se formou o medo, medo esse de acontecer tudo novamente o que já não suportariamos e então nos vemos presos, presos à um passado que nos impede de tentar, tentar ser Feliz? não que estejamos tristes a todo momento, mas aprendemos a querer apenas o que esse destino tem a nos oferece sem exigir muito, somente o simples. Mas com aquele desejo bem la no intimo, que a vida nos surpreenda!



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui