Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (653)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (204)  
  Pensamentos (642)  
  Poesias (2504)  
  Resenhas (129)  

 
 
Na Mesma Moeda
Livino Virginio...
R$ 49,60
(A Vista)



Ressurgindo do Nada
Rosângela Inês Renz...
R$ 21,55
(A Vista)






   > O Fim de Uma Era



Valentino Cabresto
      CONTOS

O Fim de Uma Era

De repente, sem motivo, todos sentiram a fome... O que era aquilo?... O que era aquilo, que por mais que um indivíduo se alimentasse, que por mais que uma nação se alimentasse, agora, ninguém mais podia acabar com as dores do estomago?... O que estava acontecendo com aquele mundo?
 
 
"Se alguém tem que ficar sem comer, que fiquem todos os vagabundos, velhos, doentes, presos e inadimplentes, que aliás, sempre foram o motivo da calamidade de nossa sociedade." Dizia um sábio... Falava outro: "Se o problema for a falta de nutrientes, podemos plantar algumas moedas para recompensar a terra!"  
 
 
Mas, não adiantava, aquilo era insubornável, o problema era tão insaciável,  que por mais alimento que fosse ingerido por um homem, para todos: aquela dor só vinha piorar... Desta vez: o vazio da existência não só atacava nos domingos e nos feriados, como também, todo dia, segundo e lugar.
 
 
E assim, após tanto, após plantar e colher a desgraça, junto com a população... Impérios, Empresas, Governos e Reinados: caíram a ponto de se dizimar...
 
 
Enfim, ao término de uma Última Grande Guerra, quando aquele Mundo se acabava, trocando tiros, ali estavam os dois únicos sobreviventes, dois homens, dois inimigos, que no meio daquele conflito, tardiamente, não demorariam a enxergar (que: igual antes do surto) só que no momento em que ambos estivessem alimentados: nenhum mal, nehuma dor poderia os assolar... Afinal! Nada daquilo teve a ver com a fome.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui