Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (651)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (202)  
  Pensamentos (640)  
  Poesias (2496)  
  Resenhas (129)  

 
 
Refletindo sobre EaD e...
Cléber Lemos
R$ 38,50
(A Vista)



O RETORNO DE SORAIA
José Sodré de...
R$ 52,30
(A Vista)






   > O Fim do poço está acima --- Visão Social ---



Valentino Cabresto
      ARTIGOS

O Fim do poço está acima --- Visão Social ---

"Nenhum problema é inédito. Inédito: é a forma como eles se repetem." 

..............................................................................................................................................

 
Chegamos ao cúmulo! Como num script de novela Mexicana, como a entrevista de um jogador de futebol após o fim da partida. Estamos vivendo em tamanha previsibilidade, que: já não é preciso de pré-requisito para se tornar um Guru, muito menos de gabarito para se tornar um Consultor Econômico e Político. Afinal, nos tempos em que bala perdida se torna lei da atração, como num romance literário, ignorância: é obra do acaso e do destino.
 
Aqui, entre as páginas da informação e do entretenimento, onde muitos procuram alguma frase para sustentar a revolta e a barbárie, onde as teorias e as discussões, muitas vezes, são apenas pretextos para bebedeiras de noites sem fins... Na lucidez da ironia: clamam a pena de morte, mas sem perceber a própria pena de vida... Afinal! Se o problema está no condicionamento psicológico, de uma verdade inflexível, que imposta pelo medo, e pela força dos tempos de outrora: à atual competição saudável e individualista, onde o sofrimento de alguns, faz o riso e o lucro de outros? Não sei! Mas, sei que neste presente: até um simples e sincero “Bom dia!” já é tido como um revolucionário remédio da medicina.
 
Segundo o que revelou a última Pesquisa do Censo, só na capital Paulista: o crescimento de Juízo se deve ao aumento do asfalto e aos grandes prédios construídos... Na educação, para se ter uma idéia, o Estado não para de formar Tecnólogos, Presidentes e Trabalhadores que, até não podem entender o sentido de uma vida em sociedade, mas que são ótimos contribuintes e fidedignos investidores em medicamentos Psiquiátricos... Segundo o Instituto, a atenção está no aumento das invenções dos idiomas, e na fuga em massa de muitos indivíduos para o que sobrou da Mata Atlântica, o problema: é que tais fatos gerarão dificuldades para cobrança e arrecadamento.
 
Por fim, obedecendo ao meu TOC, e até para que nenhum nascimento humano se torne um crime hediondo, ou que o mundo acabe, gostaria de encerrar partilhando uma frase de minha avó: “Se o mal é algo inevitável, respondamos com o bem, pois não se pode mais combater incêndio com álcool.” Isso é tudo! Obrigado.



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui