Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (651)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (204)  
  Pensamentos (640)  
  Poesias (2501)  
  Resenhas (129)  

 
 
O Recomeço
Paulo Ademir de Souza
R$ 104,30
(A Vista)



De escravos a livres
Itamar paulino de...
R$ 27,20
(A Vista)






   > O Fim do poço está acima --- Visão Social ---



Valentino Cabresto
      ARTIGOS

O Fim do poço está acima --- Visão Social ---

"Nenhum problema é inédito. Inédito: é a forma como eles se repetem." 

..............................................................................................................................................

 
Chegamos ao cúmulo! Como num script de novela Mexicana, como a entrevista de um jogador de futebol após o fim da partida. Estamos vivendo em tamanha previsibilidade, que: já não é preciso de pré-requisito para se tornar um Guru, muito menos de gabarito para se tornar um Consultor Econômico e Político. Afinal, nos tempos em que bala perdida se torna lei da atração, como num romance literário, ignorância: é obra do acaso e do destino.
 
Aqui, entre as páginas da informação e do entretenimento, onde muitos procuram alguma frase para sustentar a revolta e a barbárie, onde as teorias e as discussões, muitas vezes, são apenas pretextos para bebedeiras de noites sem fins... Na lucidez da ironia: clamam a pena de morte, mas sem perceber a própria pena de vida... Afinal! Se o problema está no condicionamento psicológico, de uma verdade inflexível, que imposta pelo medo, e pela força dos tempos de outrora: à atual competição saudável e individualista, onde o sofrimento de alguns, faz o riso e o lucro de outros? Não sei! Mas, sei que neste presente: até um simples e sincero “Bom dia!” já é tido como um revolucionário remédio da medicina.
 
Segundo o que revelou a última Pesquisa do Censo, só na capital Paulista: o crescimento de Juízo se deve ao aumento do asfalto e aos grandes prédios construídos... Na educação, para se ter uma idéia, o Estado não para de formar Tecnólogos, Presidentes e Trabalhadores que, até não podem entender o sentido de uma vida em sociedade, mas que são ótimos contribuintes e fidedignos investidores em medicamentos Psiquiátricos... Segundo o Instituto, a atenção está no aumento das invenções dos idiomas, e na fuga em massa de muitos indivíduos para o que sobrou da Mata Atlântica, o problema: é que tais fatos gerarão dificuldades para cobrança e arrecadamento.
 
Por fim, obedecendo ao meu TOC, e até para que nenhum nascimento humano se torne um crime hediondo, ou que o mundo acabe, gostaria de encerrar partilhando uma frase de minha avó: “Se o mal é algo inevitável, respondamos com o bem, pois não se pode mais combater incêndio com álcool.” Isso é tudo! Obrigado.



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui