Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (655)  
  Contos (940)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (643)  
  Poesias (2507)  
  Resenhas (129)  

 
 
A Caçada do Tatu
José Daniel Deodoro
R$ 41,90
(A Vista)
INDISPONÍVEL

R$ 46,40
(A Vista)






   > CADA UM FAZ SUA SORTE



ALINE JULIANA PEREIRA DA SILVA
      PENSAMENTOS

CADA UM FAZ SUA SORTE

O dia amanheceu assim meio inseguro...
Meio sem graça....
Meio parado...
Meio sem vida.
E por mais que eu queria mudar esta concepção, transformar a minha vida e ser feliz nem que por um mísero segundo, a verdade é que acordar hoje foi algo meio estranho...
Meio sem vontade....
Meio sem razão...
Meio devastador.
Levanto da cama e caminho a pensar...
O medo me invade.
Fico meio nervosa...
Meio ansiosa...
E meio triste.
Talvez eu não tenha percebido, ou não, mas a culpa foi minha. A culpa é sempre nossa. Sim, pois tudo poderia ser diferente: a gente poderia ver e encarar a vida diferente, viver, amar, acreditar, lutar, esperar, desejar, sonhar, brincar, querer, abraçar diferente.
A gente poderia usar os obstáculos como uma oportunidade de nos tornar mais forte, mas não, a gente enxerga como uma praga que dilacera nossa vida e nos deixa fracassados.
A gente poderia encher nossa vida de sentimentos bons e puros, mas não, a gente está de bem, do nada se abala e de repente você se sente no fundo do poço.
A gente poderia fazer o bem para as pessoas, viver em prol de si e do próximo, mas não, o egoísmo invade seu corpo e ninguém enxerga ninguém como um amigo e sim como inimigo.
A gente poderia sorrir mais, falar mais, abraçar mais e amar mais, mas não, a verdade é que a gente escolhe quem amar e quem odiar.
A gente poderia deixar o orgulho de lado e refletir sua vida, mas isso é tão pouco por que a gente se desespera e repentinamente nada mais importa. Tudo que aconteceu, o que você enfrentou e viveu, a forma que lutou e o tanto que você desejou e acreditou em algo ou em alguém, de repente tudo perde o sentido.
Você se sente cair do abismo e passa a criticar tudo: as pessoas, as coisas e a Deus. E ai você fica matutando, pensando nas milhares de formas de ter enfrentado aquele pequeno obstáculo e esquecendo que nada é por acaso nessa vida, tudo tem um propósito, tudo tem uma razão.
E não adianta negar, porque é tão fácil você se ajoelhar quando está em dificuldades, chorar e implorar por melhorias em sua vida, por objetos materiais, por saúde e até por dinheiro.
É tão fácil você ir para a igreja quando você se sente que na sua vida nada esta indo bem.
É tão fácil você chorar e julgar a misericórdia do Senhor.
É tão fácil se sentir derrotado, fraco e inútil quando os obstáculos aparecem.
É tão fácil você querer desistir sem tentar.
É tão fácil você mentir até para si mesmo.
É tão fácil você fechar os olhos, ouvidos e a boca.
É tão fácil você se trancar, negar ajuda e preferir a morte a querer ser forte. 
E por que não acreditar que o melhor está por vir?
E por que não acreditar que você é o culpado, por que você tem o poder e o bem mais precioso em suas mãos, à vida. Você pode acordar todo dia e viver diferente. Você pode caminhar para onde você quiser você pode sorrir e chorar, você pode lutar e acreditar, você pode viver.
Talvez esse “meio” seja a consciência pesada, porque você tem medo de acreditar em si. Você sente que não tem capacidade, se deixa abalar por pensamentos medíocres que não dão bons resultados e começa a acreditar que é necessário um milagre divino para você enfrentar os obstáculos e vencer na vida.
Talvez esse “meio” seja só coisa de sua cabeça, porque no fundo você acredita que tem potencial, que vai da certo e que se não der, você vai tentar de novo, e tentará quantas vezes for preciso, porque viver é a coisa mais simples que existe, o difícil é você permanecer forte e de pé diante de todos os obstáculos e dos desafios que nos são apresentados.
Não se trata de esquecer a Deus e pensar que ele não nos ajuda, porque isso é a coisa mais ridícula de se pensar. Deus nos da benção e nos fortalece.
Deus está conosco a todo o momento.
Deus nos mostra caminhos e nós devemos escolher qual o caminho certo, aceitando as consequências caso escolhermos o caminho errado.
Deus nos mostra oportunidade e cabe a nós saber utilizá-las da melhor forma possível, por que não existe meia sorte ou meio azar.
Aliás, não existe sorte e nem azar. E eu posso explicar com as melhores palavras possíveis. As oportunidades existem para cada um de nós, mas o que vai trazer resultados é a maneira que você utilizá-las.
Se você enfrentou, acreditou e obteve êxito, parabéns, você fez a sua sorte.
Mas se você apostou em um poder milagroso, ficou com medo, sem autoestima, ansioso, nervoso, sem atitude e não pensou em nenhum segundo que aquela oportunidade poderia ser a solução da sua vida e de repente você se sente derrotado, não adianta porque você deve assumir as suas consequências.
Não se trata de quem é forte ou quem é fraco. Não estou aqui para julgar ou para intimidar alguém. Eu já fui forte várias vezes, mas também fui fraca em muitos momentos. Cheguei a me trancar para Deus e para as pessoas que sei que me amam. Mas um dia tive a oportunidade de conhecer um homem. Hoje eu digo que se trata de um amigo, pelas suas palavras, pela sua atitude e sua força. E ele falou “cada um faz sua sorte”.
Essa frase faz eco até hoje em minha cabeça e todo dia eu tento fazer minha sorte e se não deu certo, tenho amanhã para fazer direito, depois de amanhã e sucessivamente.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui