Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (655)  
  Contos (940)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (650)  
  Poesias (2519)  
  Resenhas (130)  

 
 
A Turma do Morro do...
Marcos Wagner Santana...
R$ 33,70
(A Vista)



Scompigliare Brasilia
Airo Zamoner
R$ 29,50
(A Vista)






   > Luz do vazo



Alexandre Carrara
      POESIAS

Luz do vazo

Meu coração suspira, transpira, desfibrila.
Marcha constante segundo a segundo
seguindo o cheiro do sonho,
carregando correntes com balões de hélio.
Bem longe do cemitério da mesmisse,
sem adultério seguisse o sopro do som da sua voz,
nos loucos delírios dos gritos suados das tardes de verão. Hoje paira o inverno sem estação,
da luz dos vasos dilatados circula toda solidão.
 Sinto o alçar firme das mãos,
suspendendo-me ao alto para por-me sob o chão,
sem colchão.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui