Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (651)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (202)  
  Pensamentos (640)  
  Poesias (2496)  
  Resenhas (129)  

 
 
Os Diabanjos
Airo Zamoner
R$ 17,40
(A Vista)



Os Egmons
Airo Zamoner
R$ 40,40
(A Vista)






   > Luz do vazo



Alexandre Carrara
      POESIAS

Luz do vazo

Meu coração suspira, transpira, desfibrila.
Marcha constante segundo a segundo
seguindo o cheiro do sonho,
carregando correntes com balões de hélio.
Bem longe do cemitério da mesmisse,
sem adultério seguisse o sopro do som da sua voz,
nos loucos delírios dos gritos suados das tardes de verão. Hoje paira o inverno sem estação,
da luz dos vasos dilatados circula toda solidão.
 Sinto o alçar firme das mãos,
suspendendo-me ao alto para por-me sob o chão,
sem colchão.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui