Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (653)  
  Contos (939)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (204)  
  Pensamentos (643)  
  Poesias (2504)  
  Resenhas (129)  

 
 
A VINGANÇA DO ANJO
Luc Ramos
R$ 32,10
(A Vista)



LEGISLAÇÃO...
JONAS VIANA DE OLIVEIRA
R$ 83,70
(A Vista)






   > Crônica da vida



Alexandre Carrara
      CRôNICAS

Crônica da vida

A vida está morta.
Estão todos convidados para o velório da vida. 
Vele-mos a vida celebrando sua morte.
A vida nasceu no dia de finados. 
Findamos a vida doce na água salgada
A vida está morta de corpo e alma, 
Se é que ela vinda não sei de onde tinha alma, vida desalmada, desumana. 
A vida foi morta num estupro, com requintes de crueldade. - Foi uma maudade, mas sim a vida está morta desfacelada e ninguém viu nada.
Meus pêsames.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui