Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2525)  
  Resenhas (129)  

 
 
R$ 27,60
(A Vista)



CLT Fácil de Entender
Aluisio Barbaru
R$ 41,30
(A Vista)






   > A função social da Campanha da Fraternidade



Marlos Mello
      ARTIGOS

A função social da Campanha da Fraternidade

Por Marlos Tadeu Bezerra de Mello[1]

A Campanha da Fraternidade ocorre anualmente no Brasil no período da quaresma há 52 anos ininterruptamente. Trata-se de uma grande iniciativa em prol do bem público que reúne milhares de pessoas todos os anos com o objetivo de pensar alternativas e soluções para os problemas que acometem toda a sociedade. 

No ano 2000 acrescentou-se um fato novo as Campanhas da Fraternidade, pois celebrando o início do novo milênio ocorreu a primeira campanha marcada pelo ecumenismo, isto é, a busca pelo diálogo em favor da unidade entre as religiões.Em 2016 vivenciaremos a 4º Campanha da Fraternidade Ecumênica que tem como tema: “Casa Comum, Nossa Responsabilidade”. Este tema tem a ver com a própria existência e continuidade da nossa vida no Planeta. Todas as reflexões presentes no texto-base da Campanha têm por objetivo fomentar o debate sobre questões pertinentes como saneamento básico, saúde integral e qualidade de vida.

A Campanha repercute um alerta sobre os problemas do Planeta e apresenta a ecologia como um novo paradigma de justiça, principalmente diante das mudanças climáticas, pois se trata de uma ameaça a toda humanidade. Já sabemos que somos justamente nós, os humanos, os causadores do aquecimento global e já nos consta que o prognóstico provável –inevitável, se não mudarmos drasticamente de estilo de vida –são os desastres naturais que implicam na extinção da maior parte das espécies que vivem atualmente, entre elas a nossa.

O objetivo geral da Campanha é chamar a atenção para a necessidade de políticas públicas e atitudes responsáveis que garantam a integridade e o futuro do Planeta e, mais especificamente, assegurar o direito ao saneamento básico para todas as pessoas. Assim, pretende-se animar as comunidades num compromisso social concreto que marque a unidade pelo empenho de todos, promovendo a educação ambiental, estimulando o conhecimento da realidade local e incentivando o consumo consciente dos bens fornecidos pela natureza. A limpeza urbana, o cuidado com resíduos sólidos e o tratamento do esgoto sanitário também serão discutidos.
 
A dimensão da responsabilidade das religiões
 
Quando se refere ao cuidado com a “Casa Comum”, as religiões têm um papel fundamental de provocar e questionar os interesses e valores que orientam a sociedade. Possuem a grande missão de formular as perguntas essenciais sobre o modo de como a humanidade estabelece a relação com o lugar em que habita. Com essa intenção é que a Campanha da Fraternidade se interrelaciona com os temas e compromissos globalizados e também está conectada às grandes discussões de como criar estratégias para que o Planeta seja cuidado e protegido. Essa dimensão é um compromisso responsável fundamental para que o ser humano reconheça as suas obrigações e assuma interesses e valores que respeitem a vida em sua plenitude.
 


[1]Jornalista, Psicólogo, Especialista em Psicologia Social, Mestre em Educação.  Articulista do Boletim Pensar a Educação em Pauta do projeto Pensar a Educação Pensar o Brasil.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui