Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (651)  
  Contos (938)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (202)  
  Pensamentos (640)  
  Poesias (2496)  
  Resenhas (129)  

 
 
Cidades-03-220
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



Estátuas-01-157
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > ARAGEM FRESCA



beneditocglima
      POESIAS

ARAGEM FRESCA

Como um veludo macio
A brisa  alisa o véu da noite
Despertando a volúpio do recordar
E como um vídeo tape
A sua imagem se apresenta em minha retina
Via neblina a correr
E o tempo igual templo
Mantém o sabor do segredo escrito no sopro
E o Poeta em passos trôpegos
Marca a sua passagem na Avenida
Contrariando a esperança adormecida
Na rôta sola do sapato.
E a aragem fresca vai passando.



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui