Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (655)  
  Contos (940)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (645)  
  Poesias (2508)  
  Resenhas (130)  

 
 
O conto de Ruan e sua...
Willians Vieira dos...
R$ 61,40
(A Vista)



Os segredos de Lauriana
Airo Zamoner
R$ 25,50
(A Vista)






   > ARAGEM FRESCA



beneditocglima
      POESIAS

ARAGEM FRESCA

Como um veludo macio
A brisa  alisa o véu da noite
Despertando a volúpio do recordar
E como um vídeo tape
A sua imagem se apresenta em minha retina
Via neblina a correr
E o tempo igual templo
Mantém o sabor do segredo escrito no sopro
E o Poeta em passos trôpegos
Marca a sua passagem na Avenida
Contrariando a esperança adormecida
Na rôta sola do sapato.
E a aragem fresca vai passando.



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui