Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2525)  
  Resenhas (129)  

 
 
Alerta das Estrelas
Francisco Ederaldo...
R$ 77,70
(A Vista)



Contos de Curitiba
Airo Zamoner
R$ 36,50
(A Vista)






   > SONETO DE UM SUICIDA



Jose Airton Memoria da Silva
      POESIAS

SONETO DE UM SUICIDA




Sei que não suportam minha presença
É  como  se  ela  em  si  fosse  ofensa
Eu percebo  que  não gostam de mim
Na  vida  só  melancolia  sem  fim
 
Incomoda-me   tanta   indiferença
Numa sensação de tristeza imensa
Não queria mesmo me sentir assim
Como  terreno  fértil  sem  jardim
 
Deletei-me no aconchego da morte
Em   atitude   drástica   decerto
Por  acreditar que  nunca  fui  forte
 
E como  precisei  de  alguém  por perto!
Que  mudasse  o  rumo da minha  sorte
Antes  do descanso num caixão  aberto



                                 (Airton Memória)



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui