Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (655)  
  Contos (940)  
  Crônicas (730)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (644)  
  Poesias (2514)  
  Resenhas (130)  

 
 
O HOMEM RELIGIOSO
Luis Carlos Lemos da...
R$ 28,00
(A Vista)



Ruínas-01-110
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > Taça de Amargura



beneditocglima
      POESIAS

Taça de Amargura

Eu bebi sem querer toda taça
Com raça
E sem, medo
E descobri o segredo
Era a taça da amargura
Por  causa dessa desventura
Cai num abismo
E hoje louco eu cismo
Na busca de um Amor de outrora
Que se perdeu nas fíbrias
Do passado,
Ah se o tempo pudesse voltar
Eu quem sabe  tomaria um outro rumo..
E a minha vida sofrida
Seria um novo alvorecer
Quando então as cordas do existir fossem tocadas pelo  Destino
E eu menino sonhador
Me tornaria um trovador.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui