Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2529)  
  Resenhas (131)  

 
 
Natureza-01-156
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



Abstrato-01-599
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > O Futuro



Figueira Valter
      POESIAS

O Futuro

Parecia ser a lua no ocidente

Mas  o ocidente era o oposto

O fervilhar das nuvens negras

E a escuridão inquieta do céu. 

Parecia ser uma estrela cadente

Ou a decadência, declínio previsto

Do amor ao próximo apenas lembranças

Viver, correr, sorrir já eram saudades. 

Parecia um correto ser humano

Mas a humanidade era fóssil

Com o seu raciocínio incomparável

Destruiu o mundo e a si próprio. 

Parecia ser o bondoso Deus

Mas era uma divina fase triste

Tentando entender porque criou

A raça humana.

 

Valter Figueira do Livro Poesias -ASAS, 1995



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui