Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2525)  
  Resenhas (129)  

 
 
O conto de Ruan e sua...
Willians Vieira dos...
R$ 61,40
(A Vista)



Arquitetura-02-407
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > CASTIGA-ME (Luc Ramos)



Luc Ramos
      POESIAS

CASTIGA-ME (Luc Ramos)

            CASTIGA-ME   (Luc Ramos) 

NÃO GUARDA SÓ PRÁ VOCÊ, NEM TRISTEZA, NEM PRAZER.

DIGA PRA MIM, EU TAMBEM QUERO SABER, O PORQUÊ,DESSA LAGRIMA SOLITARIA QUE ESTÁ EM SEU ROSTO, A CORRER.

NESSE ROSTO LINDO QUE ABRIGA OLHOS TÃO BELOS...QUE NORTEIA MEU RUMO, NOITE E DIA.E ESSE CORPO? AH, ESSE CORPO, MEU PORTO, MEU RECANTO DE ALEGRIA. ONDE SINTO QUE A VIDA, SEM VOCÊ NÃO EXISTIRIA. 

NÃO GUARDA SÓ PRA VOCE, SE MAGOAS LHE CAUSEI SAIBA MEU AMOR, JAMAIS SEQUER IMAGINEI,FAZER SOFRER A QUEM TANTO AMO.  

SE QUANDO ALGO EM MIM DOI, É VOCÊ QUE EU CHAMO.POR FAVOR, QUE DUVIDA TE RÓI, POR FAVOR, TE CLAMO.

NÃO GUARDA SÓ PRA VOCÊ, MEU AMOR, ESSE DISSABOR,EU PRECISO SABER,POIS, SE TE FIZ SOFRER, CASTIGA-ME, QUERO MORRER.                      

                        --------------.



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui