Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2526)  
  Resenhas (129)  

 
 
Paisagens-02-049
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



A VINGANÇA DO ANJO
Luc Ramos
R$ 32,10
(A Vista)






   > Galã e Cafajeste



Maicon da Silva Carlos
      CRôNICAS

Galã e Cafajeste

Não sou um cafajeste. Sou um homem normal, como todos os outros. Ter sonhos eróticos com famosas, imaginações eróticas com as amigas da minha namorada, ou até mesmo com a vizinha não é ser cafajeste, é normal. Cafajestice é realizá-los. Mas para os galãs de novela de horário nobre não.

Nós que somos meramente mortais, nada famosos, nem desejados, muito menos pelas nossas senhoras, não podemos falar sobre o que pensamos, pois seremos cafajestes. Ora, tem pensamentos que não podemos controlar! Por que não taxam os galãs de meia idade das novelas de cafajestes também? Ou será que galã é o sinônimo de cafajeste e nós não sabemos?

Galã pode estar casado com uma, se apaixonar pela outra... Até aí tudo bem. Termina, casa-se com a que o fez apaixonar-se, trai sua paixão, que também é esposa, com uma mulher que o provocou, galãs não dão bobeira, provocou vai ter que assumir a responsabilidade, mas o galã não assume a responsabilidade depois... Termina com a atual esposa, fica solteiro. Fica com uma aqui, ou ali, dá em cima da ex, não dá atual ex, e mesmo assim não é chamado de cafajeste, apenas de galã.

E eu que apenas falo e escrevo o que penso sou taxado de cafajeste... Por que não fiz um curso de teatro?

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui