Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2529)  
  Resenhas (131)  

 
 
Depressão na...
Josiane Rosa Campos
R$ 31,70
(A Vista)



R$ 55,70
(A Vista)






   > Alma em cio!...



Arlete Meggiolaro
      POESIAS

Alma em cio!...

 

Alma no cio liberta,

do algoz de estúpida voz tirana e insana,

ela desata do pelourinho

a emoção escrava.

 

 

 

Alma no cio libera, sem lamentos,

os sentimentos, em burburinhos,

da bravata solidão mal-amada.

 

 

 

Alma no cio no fulgor da paixão

cúpula com o frenético Amor,

outrora, ele, caminhante do deserto

das noites mórbidas, gélidas

elaboradas pelo vazio do corpo-estrelar.

 

 

 

O Amor, no gozo pleno,

despoja o sêmen das virtudes amorosas

no ventre da desejosa Alma.

 

 

 

Ali, na fertilidade paradisíaca,

se metamorfoseiam os desencantos

em encantos

e sob o cântico bucólico

do existir,

pari a verossímil, sem rímel,

a pura certeza

do querer amar sem se conter!...

 

 

 

 Você, tesouro dos meus recônditos,

em seus ditos benditos

 celebrou o acasalamento

da Alma com o Amor.

 

© Arlete Meggiolaro

http://www.orvalhodaalma.com.br/modules/textos/item.php?itemid=155

*



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui