Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2530)  
  Resenhas (131)  

 
 
O HOMEM RELIGIOSO
Luis Carlos Lemos da...
R$ 28,00
(A Vista)



Sexo e Dança de Salão
Maristela Zamoner
R$ 41,90
(A Vista)






   > Alma em cio!...



Arlete Meggiolaro
      POESIAS

Alma em cio!...

 

Alma no cio liberta,

do algoz de estúpida voz tirana e insana,

ela desata do pelourinho

a emoção escrava.

 

 

 

Alma no cio libera, sem lamentos,

os sentimentos, em burburinhos,

da bravata solidão mal-amada.

 

 

 

Alma no cio no fulgor da paixão

cúpula com o frenético Amor,

outrora, ele, caminhante do deserto

das noites mórbidas, gélidas

elaboradas pelo vazio do corpo-estrelar.

 

 

 

O Amor, no gozo pleno,

despoja o sêmen das virtudes amorosas

no ventre da desejosa Alma.

 

 

 

Ali, na fertilidade paradisíaca,

se metamorfoseiam os desencantos

em encantos

e sob o cântico bucólico

do existir,

pari a verossímil, sem rímel,

a pura certeza

do querer amar sem se conter!...

 

 

 

 Você, tesouro dos meus recônditos,

em seus ditos benditos

 celebrou o acasalamento

da Alma com o Amor.

 

© Arlete Meggiolaro

http://www.orvalhodaalma.com.br/modules/textos/item.php?itemid=155

*



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui