Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

O DEMÔNIO E O ELEITO

Fez um pacto, uma coligação com o Demônio e ganhou as eleições. Festejou. O Demônio veio cobrar a dívida. Foi chegando perto do Eleito. Cutucou suas costas. O Eleito olhou para trás: – O que você quer? Tinha um tom de aspereza na fala dura. – O que é isso? Não se lembra de mim? – Você acha que vou me lembrar de todo mundo? Não vê que fui eleito com milhões de votos? Milhões, entendeu? Sabe o que é isso? Milhões! Não vê minhas ocupações diárias? Nem sei como você passou por minha segurança, por minha assessoria e tem a ousadia de me cutucar pelas costas. Vou chamar minha guarda pessoal! – Calma! Não imaginei que você se esqueceria de quem permitiu sua vitória... – Saia pra lá. Qual é a graça, agora? – Não é graça nenhuma. Você fez uma... (leia mais)

Airo Zamoner




COLEÇÃO ARQUIVOS - TESOUROS ETERNOS DA LITERATURA IBERO-AMERICANA

Livros à mancheia têm-me chegado nestes últimos meses, levando-me a um profundo mergulho no tempo. A uma reflexão intensa sobre o quanto desconhecemo-nos, ainda que parte imensa nesta América, latina e de proporções gigantescas no tocante a problemas, sim, mas também no tocante à riqueza cultural. Muitas das edições que tenho recebido não são atuais, porém preciosas ao nosso processo de busca e de integração, no qual o fator cultural faz-se imprescindível. Sem conhecermos o passado, lutamos por uma identidade inexistente, segundo alguns autores especializados no estudo e na pesquisa do fenômeno cultural ibero-americano. E as novidades, às vezes antigas, nos impedem este retorno urgente à nossa formação, à nossa certeza de que somos dignos de respeito pela... (leia mais)

Tânia Gabrielli-Pohlmann




Default



   > David Rodrigues Silva Neves

  AUTOR  
 
David Rodrigues Silva Neves
Nasci em Cruzeiro-SP em 1984, mas passei minha adolescência em Pindamonhangaba e Taubaté, no Vale do Paraíba, entre a serra da Mantiqueira e a do mar. Conclui o curso de História em 2006 na Universidade de Taubaté e o Mestrado em 2013 na PUC-SP. Minhas pesquisas se basearam tanto na instalação dos campos de concentração no Brasil como no desconhecido Tribunal de Segurança Nacional (1936-1945). Atualmente, aprofundo meus estudos, na qualidade de aluno do curso de Doutorado em História na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), além de lecionar na Escola Pública de São Paulo. No tempo livre me dedico a escrever contos e poesias para públicos variados. Já publiquei, por essa mesma editora, a obra: A noite que não acaba (poesias).